quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Protesto

Enquanto o ser humano não tomar consciência de que é responsável direto pelo planeta em que habita, tragédias acontecerão. Não é "culpa" da natureza, é reflexo dos maus tratos sofridos por ela. Eu sou educadora e ensino para meus alunos que preservar o meio ambiente não é apenas estudar as paisagens dos livros didáticos, nem se chocar com as figuras das enchentes estampadas nas capas dos jornais.

Preservar o meio ambiente começa por saber se auto-preservar, como manter bons hábitos de higiene. É preciso também compreender que o seu lixo não é pouquinho e por isso não vai prejudicar a natureza se ele jogar um papelzinho na rua, ou uma latinha de refrigerante, ou seja lá o que for.

Culpo veementemente o governo, o Estado, por não promover campanhas efetivas de conscientização. E, se promovem, não atingem o grande público. Quem sabe se começarem a multar quem joga entulhos de construção na beira das estradas ou nos canteiros das praças. Aqui em BH é assim. Os caçambeiros recebem para depositar os entulhos nos aterros sanitários, porém, na calada da noite despejam tudo nas áreas públicas.

Os bueiros entopem, as ruas viram rios. As casas são alagadas, os morros deslizam. Pessoas morrem dormindo, perdem-se vidas e mais vidas. E a culpa é de quem? Do prefeito? Do governador? Do presidente? Não. Os garis passam todos os dias limpando as ruas. Mas o lixo continua lá, após seu árduo dia de trabalho. Há lixeiras colocadas estrategicamente ao longo das vias públicas? Não. Então guarde seu lixo na bolsa (como eu faço) ou no bolso da sua calça, se vira.  Todos nós somos culpados, pois não sabemos nem temos interesse em aprender a reciclar o lixo da nossa casa. Somos culpados porque achamos que as "vassourinhas" são pagas para limpar nossa sujeira urbana. O pensamento de um povo reflete bastante o desenvolvimento de um país.

Os brasileiros instituíram que o Governo tem que dar conta de tudo. Mas a parte que cabe ao povo é ignorada. Depois não adianta chorar nem se comover com os dramas mostrados na televisão.
Respeite o meio ambiente e aprenda a receber as dádivas da nossa mãe natureza.