sexta-feira, 30 de março de 2012

quarta-feira, 28 de março de 2012

Stéfannie

Menina bonita, minha irmãzinha caçula, loirinha de olhos verdes! Ah, como somos diferentes na aparência e tão parecidas na essência! 20 aninhos mais jovem que eu, a Stéfannie é como se fosse filha. Mulher com cara de mocinha, toda casadinha... Assim diria, Teté é um mulherão com seus quase 1 metro e 80! Cheia de charme e de fofuras! Querida maninha, parabéns pelo seu dia e que Deus a abençoe sempre! Amo você....


sábado, 24 de março de 2012

Chico Anysio


"Eu nasci às 5 horas da manhã. Era dia 12 de abril. Na mangueira que ficava em frente a casa, todos os pássaros cantaram. Minha mãe então disse: meu filho vai ser feliz!"

"O brasileiro é o único povo que ri da própria desgraça."

"Chico, o que é o humor? Humor é a descontração do cérebro."

"Eu não tenho medo de morrer, eu tenho pena!"

Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho

: ) Maranguape, 12 de abril de 1931

: ( Rio de Janeiro, 23 de março de 2012

sexta-feira, 23 de março de 2012

Roseana Murray - Amigo



Que um amigo se reconheça sempre
na face de outro amigo
e nesse espelho descanse
seus olhos
e derrame sua alma
como a crina de um cavalo
levemente pousada no vento.




terça-feira, 20 de março de 2012

Thales



Parabéns pelos seus 15 anos! Você é um garoto de ouro, eu sinto muito orgulho de ser sua mãe! Beijos...

Foto do dia 23.03.12

quinta-feira, 15 de março de 2012

Onde Deus possa me ouvir


Em 2004 / 2005 eu fiz pós-graduação em Literatura, Arte e Mídia e, na época, tive oportunidade de conhecer algumas boas pessoas, com as quais até hoje mantenho contato. Engraçado é que, ao mudar de escola em setembro, reencontrei uma colega do curso, a Laura. Achei sensacional, pois não é todo dia que Deus coloca uma "Laura" na vida da gente. Ela é uma pessoa incrível, daquele tipo que, quando você olha, você sente paz! Foi um dos melhores reencontros que eu pude ter na vida. Um dia, falando sobre música, Laura me disse sobre gostar muito do Vander Lee. Confessei a ela não ser conhecedora de sua obra, enfim, meio encabulada, me sentindo fora do contexto. Com toda aquela boa vontade do mundo, Laura me emprestou um CD do cantor. Isso eu admiro, pois CD, livro e escova de dente, não se emprestam! E daí ela me disse para ouvir com atenção a faixa "Onde Deus possa me ouvir" e ficou cantarolando no meio da sala... Ouvi, senti, me emocionei e vim compartilhar. Algumas canções de tão simples e sublimes tocam nossa alma e nos trasportam para outra dimensão... Obrigada, Laura! Esta eu devo a você!


Sabe o que eu queria agora, meu bem?
Sair chegar lá fora e encontrar alguém
Que não me dissesse nada
Não me perguntasse nada também
Que me oferecesse um colo ou um ombro
Onde eu desaguasse todo desengano
Mas a vida anda louca
As pessoas andam tristes
Meus amigos são amigos de ninguém.

Sabe o que eu mais quero agora, meu amor?
Morar no interior do meu interior
Pra entender porque se agridem
Se empurram pro abismo
Se debatem, se combatem sem saber

Meu amor...
Deixa eu chorar até cansar
Me leve pra qualquer lugar
Aonde Deus possa me ouvir
Minha dor...
Eu não consigo compreender
Eu quero algo pra beber
Me deixe aqui pode sair.

Adeus...

http://youtu.be/19OaxjeKkvo

domingo, 11 de março de 2012

Tia Vitória


Você que é tão
Iluminada e que transmite tanta
Ternura e
Ostenta por mérito o
Reconhecimento
Inigualável de ser
Amada por todos os seus...

Nossos parabéns pelo seu dia, Tia Vitória! Beijos,

Chris, Beto, Matheus e Thales

Pense

"Não é bastante ter ouvido para ouvir o que é dito. É preciso também que haja silêncio dentro da alma. Daí a dificuldade..."
Rubem Alves

quinta-feira, 8 de março de 2012

segunda-feira, 5 de março de 2012

Christiane Torloni

Ela não é a Tereza Cristina. Seu trabalho é tão perfeito que alguns críticos boquirrotos costumam comparar a personalidade desta atriz esplendorosa com a de sua personagem em Fina Estampa. Acredito que isso se deva à falta de conhecimento sobre a vida e a obra de Christiane Maria dos Santos Torloni. Sim, Christiane Torloni é uma diva, uma estrela de primeira grandeza e que já imprimiu seu nome no hall dos grandes artistas contemporâneos.

Musa, mulher engajada, mãe... Há anos acompanho o seu trabalho e quando ela está no ar eu fico eufórica para assistir sua atuação. Eu sou assumidamente uma noveleira e isso vem desde criança. Todas as tramas em que Christiane Torloni atuou eu assisti. E posso dizer de cadeira: ela não é a insuportável e mau-caráter da Tereza Cristina. Aos 55 anos, essa mulher está dando um show de representação! Plastificada? Sim, está. Mas isso em nada interfere na sua verve artística! A cada ano que passa ela se supera... 

Christiane Torloni é sinônimo de superação. Uma mulher que sofreu uma perda irreparável e está aí esbanjando talento, não é pra qualquer um, não! Em 1991, ela perdeu seu filho ao fazer uma manobra na garagem de sua casa. A caminhonete que ela guiava despencou de uma altura de 4.5 metros, vitimando Guilherme, gêmeo idêntico de Leonardo. Ele tinha apenas 12 anos. Em choque, mudou-se para Portugal onde viveu até 1994, quando aceitou o convite para o papel de Dinah, em A Viagem. De longe, a melhor personagem de Christiane! Como eu chorei vendo aquelas cenas tristes e até mesmo algumas engraçadas. Como esquecer seu desespero ao saber da morte do irmão Alexandre? Sua separação de Teo? A doença e o falecimento de Otávio? Nossa, ela imprimia em Dinah todo o seu sofrimento, acredito eu. Era muito real! Louvável sua atuação e sua parceria com Antônio Fagundes.

Mas La Torloni não se deteve apenas na sofrida Dinah. Brilhou majestosamente como Dora, em Kananga do Japão; antes, em 1985, arrancou risos com sua doidivanas Jô Penteado, em A Gata Comeu! Depois vieram outros trabalhos primorosos como as gêmeas Vivi e Fernanda, de Cara ou Coroa. E quem se lembra da espevitada Claudia de Elas por Elas? Mais madura, incorporou uma das Helenas de Manoel Carlos, em Mulheres Apaixonadas. Deu vida a afetadíssima Melissa Cadore, em Caminho das Índias e ainda encontra-se no ar com sua impagável Tereza Cristina, apreciadora de "robalos", patroa do sensacional Crodoaldo Valério, em mais uma parceria de sucesso com o então ator Marcelo Serrado!

A novela Fina Estampa é muito chata e inverossímel. Um Pereirão que ganha 50 milhões na loteria e ainda se veste de macacão e caminha feito homem... Além de não contratar empregados para a sua mansão por achar que os filhos têm que ajudar, faça-me o favor! É muito chata, apesar da ótima abertura. Mas ainda bem que Christiane Torloni está lá a todo vapor para segurar o ibope (que anda nas alturas), pois se fosse depender apenas da "Naja Bigoduda" e do Chef-Sem-Sal, queria ver os números agonizando em pífios 30¨% no horário nobre. Não foi à toa que Aguinaldo Silva deu-lhe a alcunha de Rainha do Nilo, Pitonisa de Tebas, Divina Ísis, Nefertiti e Cleópatra... Christiane Torloni é realmente uma majestade!