segunda-feira, 11 de julho de 2011

O Astro


Minha pedra é ametista
Minha cor, o amarelo
Mas sou sincero
Necessito ir urgente ao dentista
Tenho alma de artista
E tremores nas mãos
Eu sei, na idade em que estou
Aparecem os tiques, as manias
Transparentes
Transparentes feito bijouterias
Pelas vitrines
Da Sloper da alma!

Em 1978 eu assisti à primeira versão da novela O Astro. Então escrita pela saudosa Janete Clair, a fada das teledramaturgia dos anos 70/80, Francisco Cuoco e Dina Sfat protagonizavam um romance digno do horário nobre. Começa no dia 12 o remake deste grande sucesso, desta vez em menos capítulos e livremente inspirada na obra falecida autora. Na pele de Herculano Quintanilha,  Rodrigo Lombardi promete repetir o sucesso de Cuoco. Quem não se lembra do famoso bordão: "Quem matou Salomão Hayalla?" Perto deste mistério novelístico, Odete Roitman fica no chinelo! E da abertura entoada por João Bosco? Era 100% de audiência.... Mas, naquela época, não havia TV a cabo, internet, etc. Pena que O Astro será exibida tão tarde!