domingo, 12 de abril de 2015

45


Hoje acordei me lembrando do trecho da música de Mallu Magalhães - Velha e Louca - e coloquei-me a pensar... É bom fazer aniversário, mas envelhecer custa caro! Eu curto receber abraços, presentes, felicitações dos amigos, dos parentes... Tudo isso é gostoso! O que emperra mesmo é o acúmulo dos anos. Ter 45 anos nos dias de hoje é poder se considerar nova! Fato é que não se pode negar que o corpo grita, dá seus avisos. O bom disso tudo é que, ao envelhecermos, adquirimos experiências e vamos nos tornando pessoas melhores, pelo menos é a minha autocrítica. Espero mesmo que o tempo tenha me tornado uma pessoa melhor, mais digna, menos estressada e hostil, mais tolerante e, principalmente, mais espiritualizada! E, como disse Mallu:

Pode falar que eu não ligo, agora amigo, eu tô em outra... Eu tô ficando velha, eu tô ficando louca! Nem vem tirar meu riso frouxo com algum conselho, que hoje eu passei batom vermelho! Eu tenho tido a alegria como dom... Em cada canto eu vejo o lado bom!