domingo, 5 de junho de 2011

Deixa quieto...


Não nos é lícito parar a máquina do pensamento para sopesar injúrias e desencantos. Se adversários que, em nos espancando o rosto e o coração, nos façam cair sob agonias morais insustentáveis, oremos por eles, pedindo a Jesus que os abençoe e livre do mal, a fim de que produzam o bem, para que o bem permaneça.

E livrai-me de todo mal, amém!

(Batuíra, por Chico Xavier)