quinta-feira, 4 de junho de 2015

Recordar é Viver !

Nossa! Ontem eu fui contar uma história da minha infância para os meus alunos e me bateu aquela saudade... Falei sobre como eram as festas juninas na minha época, disse a eles que não podíamos escolher os pares - porque eles brigam muito por conta disso - e desenterrei uma antiga passagem da minha vida pequenina... Não tenho certeza quanto ao ano. Talvez seja 1977, talvez seja 1978.

Devia ter 7 ou 8 anos de idade. Eu queria dançar com o Luiz Fernando, porque eu gostava dele. Mas Luiz Fernando gostava da Renata. A Renata dançou com o Luiz Fernando. Eu dancei com o Josimar que gostava de mim, mas eu não gostava dele. O Edson gostava da Renata e a Renata não gostava de nenhum desses aí. Rarara! Tirei foto com os dois, mas estava muito emburrada! Só que a gente não podia reclamar com a professora!!!


O que será que aconteceu com eles? Sinto muita saudade deste época... Pensar que 10 anos depois eu estaria casada. Às vezes acho que já nasci casando! Era muito novinha. Mas aí, é outra história!

A Renata era a rica da turma. O pai dela era o dono da farmácia mais famosa do bairro. Os pais do Luiz Fernando tinham uma mercearia. Gostava de passar lá depois da aula para comprar a bala Dizioli. A mãe do Josimar, dona Marlene (e o pai José, por isso ele se chamava Josimar) era amiga da minha avó. Mesmo depois de sairmos do grupo ele ainda gostava de mim. Dona Marlene o levava a minha casa. Eu odiava isso, nunca gostei dele para 'namoradinho.' O Luiz Fernando não me deu bola e desisti dele. Há uns quinze anos atrás eu o encontrei na loja Elmo do Shopping Del Rey. Entrei para comprar um tênis para o meu filho mais velho. Luiz Fernando me reconheceu, chamou-me pelo nome. Ele era vendedor. Levei um susto e fiquei feliz pelo inesperado reencontro. Parecia o mesmo garoto dos anos 70, só que mais alto e mais largo! Fiquei feliz em revê-lo. Depois disso, nunca mais tive notícias daquela saudosa turma da Escola Estadual Ana Cintra!