domingo, 22 de setembro de 2013

Dexter - Capítulo Final

"Por mais que eu possa ter fingido o contrário, por muito tempo, tudo o que eu queria era ser como as outras pessoas. Sentir o que elas sentiam. Mas agora que eu sinto, só quero que pare. Eu destruo todos que amo..."
Dexter Morgan

Foram 96 capítulos de uma jornada que durou oito anos. Uma das mais celebradas séries da TV americana, Dexter chegou ao seu grand finale hoje, dia 22 de setembro. A estrela do seriado não é um personagem comum, Dexter é um psicopata. O garotinho órfão foi criado por um policial de Miami que, ao perceber sangue nos olhos do menino, ensinou-lhe um código: mate quem mereça e nunca seja pego. Dessa forma, Dexter cresceu moldado segundo o código de Harry e, quando não exercia sua função de perito no departamento de homicídios, ele levava os malfeitores que a polícia não conseguia capturar para a sua "mesa" mortífera. Os assassinos eram mortos com golpes de faca e depois serrados, colocados em sacos plásticos e jogados no mar. Para tamanha empreitada, Dexter usava uma roupa marrom, um arsenal de armas brancas e um barco para conduzir suas vítimas ao fundo do oceano, chamado Slice of Life (fatia de vida). O protagonista da série era um sujeito soturno, falava pouco - somente o essencial - não tinha amigos, apesar de ter bom relacionamento com seus colegas policiais. A única pessoa da qual ele gostava de verdade era sua irmã de criação, Debra Morgan. Foi Debra que apresentou Rita para Dexter, a doce e delicada Rita. Eles se casaram, a princípio para Dex manter uma fachada, não levantar suspeita sobre seu comportamento incomum. O casal teve Harisson, o único laço de sangue na vida do jovem atormentado. Os jogos perigosos no qual Dexter Morgan se colocava como oponente, levou o vilão da quarta temporada a matar Rita. A partir desse ponto, a série tomou um rumo bastante diferente: Morgan foi enfraquecendo seu passageiro sombrio e os roteiristas não foram muito brilhantes nas temporadas subsequentes, com exceção da sexta, uma das melhores. No derradeiro episódio da série, Dexter lutou contra ele mesmo, foi seu maior opositor. Ele sobreviveu a todas as suas perdas, das quais falarei depois, com mais calma e detalhes. E os fãs sobreviverão sem o inesquecível  "Dexter, a mão esquerda de Deus."

Leia o spoiler do último capítulo clicando aqui