quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Então, Bial

Há muito, venho percebendo que o nobre apresentador do Big Brother Brasil já não anda batendo bem da cachola, a começar pelos seus discursos em dia de eliminação. É uma viagem total! Não sei de onde ele consegue tirar tanta falácia para, no final, ninguém entender bulhufas! Grande Bial, um exímio jornalista em fim de carreira. Já foi correspondente internacional, produtor cinematográfico, um ousado repórter que já fez cobertura de guerra! Hoje, nos acostumamos a ver o Bee All diante do monitor de nossas tevês, conclamando os participantes mais insólitos e insossos a lutarem bravamente pelo prêmio de um milhão e meio de reais (que aliás é ínfimo perante a arrecadação que o programa tem.). Em um dos seus últimos discursos "anh, desenha pra eu entender", Bial disse que estava faltando homens na casa. Como assim? Esta 11ª e mais horrorosa das edições, abarcou nada mais nada menos do que dois homossexuais assumidos - Daniel e Lucival -, um transexual - Ariadna, uma bissexual - Diana, e um enigma chamado Rodrigão, que muitos afirmam estar dentro do armário! Está jogando contra o patrimônio, Bial? Quequeilson? Se é para colocar homens/héteros, não selecionem pessoas do grupo GLS, ora bolas! Teve um dia, em que o apresentador disse, nos seus devaneios prosopopeicos, que um dos emparedados estava tão vaidoso que parecia ter inventado o pinto! Sim, p-i-n-t-o! Ele falou com essas palavras. Na última terça, avariado que está da cabeça, chamou ao vivo e EM cores o gago de i-n-s-u-p-o-r-t-á-v-e-l! Mentiu? Não, mas, convenhamos... Por que então o selecionaram? E pior, por que a produção do programa não eliminou Diogo quando ele foi estúpido e grosseiro com a companheira de confinamento Paula Cristina (não menos insuportável)?

O Boninho está igual ao Sílvio Santos, quebra as regras na hora que bem entender. Voltou com o Mau-Mau, feio de doer! Pra quê? Para deixar Maria confusa e azedar o romance dela com o médico-popeye Uésley! A moça (sic), que aqui "fora" foi chamada de garota de programa pela colega trans Ariadna, está completamente desvairada querendo porque querendo Mau-Mau-bisso-papão de volta! Ô, Maria! Você é uma pessoa tão simpática! Eu até torço por você, pelo seu jeitinho non sense, de sonsa mesmo! Cara, se eu pudesse mandar um recado para ela, diria para largar esse jumento preconceituoso de nome Maurício e partir pro abraço com o doutorzão comedor de espinafre (pelo menos dentro da casa é o que se deve comer). Poxa, mulher não ganha BBB! As que ganharam até hoje é porque entraram no sorteio dos super-pobrinhos - Cida e Mara! As demais não foram eleitas pelo simples fato do brasileiro achar que não são merecedoras do prêmio, uma vez que as revistas femininas lhes darão o equivalente ao posarem nuas. Mas então coloquem só mulheres feias, poxa! É seleção pra Playboy? A Gisele perdeu pro Rafinha, roubado. Fato. A Íris deu o prêmio para o Alemão, na sua santa inocência, achando que o cara estava apaixonado por ela. Ele levou e deu-lhe um belo pé no traseiro. Grazy ficou em segundo, pois Jean, inteligente que foi, conseguiu alavancar a audiência do programa e se fazer campeão por méritos meio duvidosos, como provas que lhe favoreciam escancaradamente! Priscila quase chegou lá, mas quem levou foi Max, o careteiro. Não existe uma foto sequer deste sujeito na qual ele não apareça fazendo caras e bocas. Insuportável! Agora, espero que uma mulher ganhe. Mas não somente pelo fato de ser mulher, mas de ser guerreira, de saber jogar o jogo do Boninho e fazer o que o público espera que ela faça. Estou na torcida pela Maria, ela é engraçada, muito atirada, mas ela é quem é e não tem medo de mostrar! Também gosto da Diana, sua inteligência e estratégia. Porém, perde um pouco pela arrogância. No critério beleza, Diana é disparada a mais linda! Mas pelo andar da carrugaem bigbrodiana, tudo nos leva a crer que o chato do Rodrigão ganhará esta edição. Será? Tomara que não!