segunda-feira, 4 de março de 2013

Queria Simplesmente


Eu tenho andado tão sozinha ultimamente, que nem vejo a minha frente nada que me dê prazer. Sinto cada vez mais longe a felicidade, vendo em minha mocidade tanto sonho perecer. 

Às vezes saio a caminhar pela cidade, à procura de amizade, vou seguindo a multidão. Mas eu me retraio olhando em cada rosto, cada um tem seu mistério, seu sofrer, sua ilusão.

Eu queria ter na vida simplesmente um lugar de mato verde pra plantar e pra colher, ter uma casinha branca de varanda, um quintal e uma janela para ver o sol nascer.

Ouça