domingo, 30 de junho de 2013

Menino Brayan

Anjinho, de tudo o que eu vi de triste neste mês de junho, a sua morte me comoveu de forma peculiar. Uma criança linda, um inocente, uma vida ceifada na mais tenra idade. Quando Eric Clapton perdeu seu filho de 4 anos em um acidente, ele compôs uma canção chamada Tears in Heaven - Lágrimas no Paraíso.  Sempre me vem à cabeça essa música quando uma criança morre... Sabe, eu acredito na justiça de Deus. E você, Brayan, hoje está no Céu com tantos outros anjinhos. Que Deus tenha misericórdia da raça humana!


Beyond the door / Além da porta
There's peace /  Há paz
I'm sure / Eu tenho certeza
And I know there'll be no more / Que não haverá mais
Tears in heaven / Lágrimas no paraíso


Brayan Yanarico Capcha era um garoto boliviano, de 5 anos, que morava com a família em São Paulo. Durante um assalto, na madrugada do dia 28 de junho, os bandidos se irritaram com o choro do menino. Ele implorava aos criminosos para não matarem sua "mamãe". Um dos bandidos atirou na cabeça do garoto. Não satisfeitos com a quantia de 4,5 mil reais entregue pelas vítimas, executaram Bryan. Ele foi atingido no colo da sua mãe. Um "rapaz'' de 19 anos foi preso como suspeito do crime.